Logotipo 1Reino


   

Conferência Internacional

Setembro de 2013

Realizada na Estância Árvore da Vida - Sumaré - São Paulo - Brasil
Estância Árvore da Vida
Estância Árvore da Vida

Para ouvir ao vivo as mensagens em português desta conferência que ocorre de 31/08 a 08/09/13 acesse www.mensagensdasconferencias.com.br nos dias e horários abaixo.

Informações
Transmissões ao Vivo (WEB)
DiasHorários
31/08/13, sábadomanhã10h00
tarde17h00
01/09/13, domingomanhã9h00
tarde17h00
02 a 07/09/13,
segunda a sábado
manhã9h30
tarde17h00
08/09/13, domingomanhã9h00
Frequências de Transmissão (FM)
IdiomaFrequência
English96.7 MHz
French95.5 MHz
German101.5 MHz
Italian -
Korean106.1 MHz
Portuguese88.1 MHz
Spanish98.8 MHz


Tema Geral - Nossa Atitude Para com as Verdades

Mensagem 01 - Introdução

Ministrada por: Dong Yu Lan

Leitura bíblica: Mt 24:14

Hinos:

Mensagem 02 - A Maior das Verdades

Ministrada por: Dong Yu Lan

Leitura bíblica: At 2:15-21

Hinos:

Mensagem 03 - O Senhor Levanta o Ministério de Paulo

Ministrada por: Ezra Ma

Leitura bíblica: At 9:3-6, 10-16, 22:12-16

Hinos: Água Viva

Mensagem 04 - Conhecer o amor de Cristo

O Avião da Economia de Deus
O Avião da Economia de Deus

Ministrada por: Pedro Dong

Leitura bíblica: Gl 3:14; 5:25; Ef 1:3; Cl 1:18; Fp 3:14; Fm 11

Hinos: Água Viva,

  • Precisamos aprender a nos coodenar com os outros.

  • A economia de Deus é justamente tornar pessoas inúteis em úteis. Não devemos depender de uma vida da igreja estruturada, ainda que devemos servir em coordenação, precisamos depender do Espírito.

  • No seu computador você tem muitos atalhos, mas para andar pelo caminho do Reino precisamos negar nossa vida da alma. Conseguimos ver bem nosso lado mau, mas o lado bom da alma queremos sempre preservar e usar para o Senhor.

Mensagem 05 - A Fé

A Fé Objetiva e Subjetiva
A Fé Objetiva e Subjetiva

Ministrada por: Ezra Ma

Leitura bíblica: I Tm 1:3-4

Hinos: C-4, 328, C-64, S-100

Quando eu estava de viagem, rumo da Macedônia, te roguei permanecesses ainda em Éfeso para admoestares a certas pessoas, a fim de que não ensinem outra doutrina, nem se ocupem com fábulas e genealogias sem fim, que, antes, promovem discussões do que o serviço de Deus, na fé." (I Tm 1:3-4)

  • No início dos evangelhos, o enfoque do Senhor era chamar, receber os homens, mas no final deles, o enfoque mudou, não é mais "vinde", mas "ide". Agora que fomos chamados, pertencemos ao Senhor e estamos sendo salvos por Ele devemos ir a outros e levar-lhes o mesmo evangelho do reino que nos alcançou.

  • Se observarmos a etmologia da palavra serviço em I Tm 1:3-4 no grego é oycos (casa) e nomos (lei), em outras palavras, a lei de uma casa ou a administração familiar.

  • A família de Deus não somos só nós na "maravilhosa vida da igreja", mas são todos os filhos de Deus. Quando olhamos as "prateleiras" da vida da igreja, nossas estantes, locais de reuniões e Bookafés, vemos tanta comida mas os cristãos em geral estão passando fome.

  • A riqueza de um povo é medida atualmente pela sua economia. Em um país rico tem uma economia forte e todos os seus cidadãos desfrutam dessas riquezas. Da mesma forma, o Senhor quer distribuir suas riquezas nas igrejas. A economia de Deus é tomarmos hoje todas essas riquezas e dispensá-las a todos os filhos de Deus. O encargo do irmão Dong é o de aperfeiçoar todos os santos para a obra do ministério.

  • Tudo isso é muito bonito, mas o que eu e você temos a ver com isso? Nós somos esses garçons ou despenseiros que levam as riquezas de Deus para aqueles que passam fome!

  • Na Bíblia, o palavra fé apresenta-se de duas formas. Uma forma é precedida do artigo "a", "a fé" é o conteúdo da economia de Deus, tudo o que recebemos pelo Antigo e Novo Testamento, os evangelhos, as cartas de Paulo e dos demais apóstolos. São as verdades que podem ser praticadas e que mudam a vida das pessoas. Essa é uma fé objetiva, fora de nós, a economia neotestamentária de Deus.

  • Na outra forma, a palavra "fé" é apresentada sem o artigo "a". Nesse caso, essa fé é a que está em nosso espírito humano, uma fé subjetiva. Objetivo é algo fora de nós e subjetivo é o que está dentro de nós e que podemos experimentar, vivenciar. Há um prato chinês muito famoso, o "prato de Pequim", mas se você só lê sobre ele na internet é algo objetivo, mas se um dia puder comê-lo será subjetivo. Quando entendemos algo não significa que está em nossa fé subjetiva, em nosso espírito.

  • Visto como, pelo seu divino poder, nos têm sido doadas todas as coisas que conduzem à vida e à piedade, pelo conhecimento completo daquele que nos chamou para a sua própria glória e virtude, pelas quais nos têm sido doadas as suas preciosas e mui grandes promessas, para que por elas vos torneis co-participantes da natureza divina, livrando-vos da corrupção das paixões que há no mundo, por isso mesmo, vós, reunindo toda a vossa diligência, associai com a vossa fé a virtude; com a virtude, o conhecimento; com o conhecimento, o domínio próprio; com o domínio próprio, a perseverança; com a perseverança, a piedade; com a piedade, a fraternidade; com a fraternidade, o amor. Porque estas coisas, existindo em vós e em vós aumentando, fazem com que não sejais nem inativos, nem infrutuosos no pleno conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo. (II Pe 1:8)

Mensagem 06 - O Aperfeiçoamento dos Santos Para a Obra do Ministério

Ministrada por: Pedro Dong

Leitura bíblica: I Co 12:4-6, Ef 4:11-12

Hinos: S-87, S-50

  • O encargo do Senhor não é levantar irmãos que liberem bonitas mensagens mas que levem os santos a praticar a palavra.

  • O Bookafé não deve só vender cafés ou lanches, se um Bookafé não vende livros e não propaga o evangelho do Reino está perdendo tempo. Não deve ser assim.

  • Testemunho do Bookafé em Nhandeara com irmão Valmor: "Nhandeara é uma cidade pequena de aproximadamente 10.000 habitantes; agora em dezembro o Bookafé completará 2 anos, louvado seja o Senhor por isso. Nosso Bookafé é alto-sustentável e até podemos dizer que ele sustenta a igreja, pois paga as contas de água, luz, telefone. O Bookafé é um anexo ao local de reuniões e o local é um espaço-Bookafé, não há separação entre igreja e Bookafé. Uma característica forte que temos é o envolvimento e o comprometimento de todos os irmãos, o Bookafé não é o negócio de alguns irmãos mas de todos os irmãos. Temos ali 4 irmãs contratadas do Bookafé mas também temos um serviço voluntário que envolve todos os irmãos e irmãs. Temos aqui na conferência 3 irmãs funcionárias que ficarão conosco os 9 dias da conferência e o Bookafé está funcionando normalmente lá, porque além da irmã funcionária que ficou lá temos esse serviço voluntário de todos os irmãos com uma escala. Isso faz com que os irmãos se sintam úteis e possam praticar a palavra. Estamos falando de praticar a verdade, mas praticar a verdade onde, como? A nossa atitude para com a verdade de ser conhecer, transmitir e praticar. O Bookafé é uma excelente ferramenta para isso. Para isso precisamos levar toda a igreja a esse envolvimento, especialmente os irmãos responsáveis da igreja. Nós também cuidamos da parte humana das pessoas que servem conosco no Bookafé.

  • O Bookafé é algo que veio para nos ajudar a tornar-nos administradores das riquezas de Deus.

Mensagem 07 - Andar na Graça e na Verdade

Ministrada por: Ezra Ma

Leitura bíblica: Ef 4:1, 7, 17, 21

Hinos: S-97, S-51, C-9, Desperta Geração, S-98

" Isto, portanto, digo e no Senhor testifico que não mais andeis como também andam os gentios, na vaidade dos seus próprios pensamentos, obscurecidos de entendimento, alheios à vida de Deus por causa da ignorância em que vivem, pela dureza do seu coração, os quais, tendo-se tornado insensíveis, se entregaram à dissolução para, com avidez, cometerem toda sorte de impureza. Mas não foi assim que aprendestes a Cristo, se é que, de fato, o tendes ouvido e nele fostes instruídos, segundo é a verdade em Jesus."

  • Na vida da igreja nós temos este par, este casal: a visão e a prática. Sem visão, a nossa prática é vazia, e sem prática a visão não leva a nenhum lugar, nenhum objetivo. Somos homens extremos, ou ficamos só na visão, falando dela em 4 paredes entre nós, ou temos muita atividade exterior, praticando, praticando mas não temos ralidade interior, não temos uma visão. A visão sem a prática envelhece, e a prática sem a visão não dura. Precisamos sempre ter a visão e a prática, precisamos da visão, precisamos da palavra. Mas a palavra não é só para ser pregada, ela precisa mudar a nossa vida, ela tem de nos levar a experimentar todas as dimensões de Cristo. Para isso temos a vida da igreja.

  • Nossos livros são a síntese do que existe em todo o meio cristão. Você pode ler livros de outros autores para receber ajuda pessoal. Nós não devemos crer que só nós temos as riquezas de Cristo, não, elas existem em outros lugares. Mas a direção de Deus, a comissão de Deus está aqui. Uma coisa é ler para receber uma ajuda pessoal, outra é ler para receber a comissão celestial que vai introduzir o reino dos céus. Essa comissão o Senhor entregou para nós na igreja hoje. Não há dúvida, é por isso que centenas de pastores estão rogando para caminhar conosco hoje. Eles estão contentes e nós também, pois o Senhor precisará de muitos para reinar.

  • Andar na verdade tem duas aplicações: a coletiva e a pessoal. Na nossa vida pessoal precisamos praticar a palavra. "Trato passado" é nossa velha maneira de viver. Irmãos, nós temos um problema, um fantasma que nos assombra o tempo todo: a nossa velha maneira de viver; velha maneira de viver em nossa casa, na vida da igreja. Paulo fala: você tem que se despir dessa velha maneira, devemos nos despir dessa roupa velha que é o nosso velho homem. Essa transição que experimentamos na vida da igreja é uma renovação que precisamos para ser introduzidos no reino.

  • O Senhor está nos dando uma direção, isso é precioso. Você pode ler um livro escrito a dez anos, mas hoje temos uma direção. Se você é um economista não irá consultar um livro clássico sobre economia para tomar uma decisão, ou um jornal da bolsa de um ano atrás, você precisa do jornal de hoje para ter uma direção. Daí a importância dos irmãos estarem atualizados. E qual a excência do falar atual do Senhor? É amar as pessoas praticando a palavra através das ferramentas que recebemos.

  • Estou na vida da igreja desde os anos sessenta, ainda em São Paulo, éramos garotos ainda. Mas nunca estive tão feliz na vida da igreja, naquela época amávamos o Senhor, mas hoje temos uma meta.

  • Nossa retaguarda é nossa vida pessoal com o Senhor. Por um lado temos a frente de batalha: Bookafés, expansão, casas abertas, etc. Mas a retaguarda é nossa vida familiar e pessoal com o Senhor. Satanás tem atacado muito essa retaguarda. Hoje na vida da igreja o inimigo está atacando fortemente as famílias, temos altas taxas de divórcio e de jovens em fornicação. Sabemos de vários jovens que casaram mas já estavam em fornicação antes de casar. Muitos jovens saem para estudar em outras localidades mas se tornam frequentadores de baladas.

  • Nós, os pais de família, devemos cuidar de nossas casas para que o ladrão não a arrombe (Lc 12:39). Temos vários casos de fornicação entre irmãos, casais de muitos anos se separando. Por que muitas vezes estamos mornos e os irmãos tem que nos encorajar o tempo todo? Por que a falta de ânimo em ler a palavra ou os livros? É que nós somos o patrimônio mais importante do Senhor e o inimigo quer destruí-lo. As ofertas para expansão na África e Europa caíram 30%, isso é o inimigo atacando a retaguarda. Testemunhos como os de Nhandeara mostram o cuidado com os irmãos, a nossa retaguarda. Em Neemias, quando se restauravam os muros, as pessoas que guardavam a muralha eram as próprias famílias: o pais e filhos juntos guardando a brecha, ferramentas numa mão e espada na outra.

  • Nós estamos em família, não temos segredo aqui. O Senhor precisa de cada família para crescer em vida, negando a si mesmo e por outro lado ter experiências com o Senhor para que seja apto a reinar.

  • Antigamente, os lenhadores não usavam motoserras, mas machados. Há uma estória em que um chefe de lenhadores disse a eles que aquele que cortasse mais árvores até o fim do dia ganharia um prêmio. Então todos começaram a cortar sem parar, mas um deles parava de vez em quando e isso deixou os outros incomodados e diziam: "esse aí não vai conseguir, é preguiçoso e pára demais..." Mas no final do dia o que parou várias vezes acabou vencendo. Os outros vieram lhe perguntar: "como você conseguiu parando tantas vezes?"; ele respondeu: "sempre parava para afiar o machado."

Mensagem 08 - Andar no Amor, na Luz e no Espírito

Ministrada por: Pedro Dong

Leitura bíblica: Ef 5:1-2, 8, 18-21; I Jo 1:5-7; 4:7-9, 16

Hinos: S-51, 305, 329, 196

  • Andar em amor é andar numa vida de sacrifício em favor do próximo, em favor dos outros.

  • Não precisamos meramente lutar pela ética e moral, precisamos andar na luz, é a luz que reprova as trevas. Quando estamos na luz e tendemos fazer algo das trevas, sentimos repulsa e desistimos.

    "Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor procede de Deus; e todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor. Nisto se manifestou o amor de Deus em nós: em haver Deus enviado o seu Filho unigênito ao mundo, para vivermos por meio dele." (I Jo 4:7-9)


  • Deus não tem um grande depósito de amor, mas Ele próprio é amor, sua excência e natureza é amor, não precisa se esforçar para amar. Quando o Filho de Deus, Jesus Cristo, veio à terra da fonte do amor trouxe o amor para nós em forma de graça. Então quando desfrutamos da graça devemos ter em mente que a fonte dela é o amor.

  • Você já deve saber que se disser que vai guardar a palavra de Ef 5 não será capaz; mas Deus é sábio, Ele quer colocar dentro de nós o Espírito, que nos capacita a guardar essa palavra.

    "Mas a impudicícia e toda sorte de impurezas ou cobiça nem sequer se nomeiem entre vós, como convém a santos; nem conversação torpe, nem palavras vãs ou chocarrices, coisas essas inconvenientes; antes, pelo contrário, ações de graças. Ninguém vos engane com palavras vãs; porque, por essas coisas, vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência. Portanto, não sejais participantes com eles. Pois, outrora, éreis trevas, porém, agora, sois luz no Senhor; andai como filhos da luz (porque o fruto da luz consiste em toda bondade, e justiça, e verdade), provando sempre o que é agradável ao Senhor. E não sejais cúmplices nas obras infrutíferas das trevas; antes, porém, reprovai-as. Porque o que eles fazem em oculto, o só referir é vergonha. Mas todas as coisas, quando reprovadas pela luz, se tornam manifestas; porque tudo que se manifesta é luz. Pelo que diz: Desperta, ó tu que dormes, levanta-te de entre os mortos, e Cristo te iluminará. Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, e sim como sábios, remindo o tempo, porque os dias são maus. Por esta razão, não vos torneis insensatos, mas procurai compreender qual a vontade do Senhor. E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito," (Ef 5:3-18)



  • No Antigo Testamento tudo o que Deus queria usar tinha que passar pelo óleo sagrado da unção feito conforme Êx 30:22-30, que representa esse Espírito [que entrou em nós quando cremos]. Os sacerdotes e o Sumo sacerdote para começar seu ministério tinham que ser ungidos com esse óleo. Nesse óleo composto da unção há um him de azeite, que simboliza o Espírito Santo. Além do him de azeite, acrescentou-se mirra fluída (usada em sepultamentos, representando a morte de Cristo), cinamomo odoroso (representando a eficácia da morte de Cristo), cálamo aromático (que representa a ressurreição de Cristo) e por fim a cássia (usada para repelente de insetos e serpentes, representa a eficácia da ressurreição).

    "Disse mais o SENHOR a Moisés: Tu, pois, toma das mais excelentes especiarias: de mirra fluida quinhentos siclos, de cinamomo odoroso a metade, a saber, duzentos e cinqüenta siclos, e de cálamo aromático duzentos e cinqüenta siclos, e de cássia quinhentos siclos, segundo o siclo do santuário, e de azeite de oliveira um him. Disto farás o óleo sagrado para a unção, o perfume composto segundo a arte do perfumista; este será o óleo sagrado da unção. Com ele ungirás a tenda da congregação, e a arca do Testemunho, e a mesa com todos os seus utensílios, e o candelabro com os seus utensílios, e o altar do incenso, e o altar do holocausto com todos os utensílios, e a bacia com o seu suporte. Assim consagrarás estas coisas, para que sejam santíssimas; tudo o que tocar nelas será santo. Também ungirás Arão e seus filhos e os consagrarás para que me oficiem como sacerdotes." (Êx 30:22-30)



  • Nas quantidades dessa composição temos um him de azeite onde temos o Deus único (o número um na Bíblia representa o Deus único), o número de quatro especiarias representam a criatura, a humanidade de Cristo. Deus e o homem se mesclaram na humanidade de Cristo (1+4 indica mescla, mistura).

  • Há irmãos que toda hora estão pedindo socorro, precisam de encorajamento e de visitas. Qual a causa? Não estão servindo ao Senhor. Como podemos nos manter no Espírito? Servindo ao Senhor. Se alguém toda hora está caído, precisando de encorajamento, é porque não está servindo ao Senhor. É servindo ao Senhor que toda hora somos ajudados a viver no Espírito.

  • Quem vive no Espírito é porque está vivendo uma vida da igreja saudável, servindo ao Senhor e andando na verdade.

Mensagem 09 - Espírito e Fogo

Ministrada por: Ezra Ma

Leitura bíblica: I Pe 1:6-7; 4:12-13; Mt 3:11

Hinos:

  • Todas as verdades são importantes e não podemos prescindir de nenhuma delas, não há problema com as verdades, o problema está na nossa atitude para com essas verdades, e isso tem sido um empecilho, uma barreira muito grande para o avanço da obra do Senhor em toda a terra ao longo das eras. Isso se dá porque o homem, desde sua infância, é treinado a exercitar a sua mente, a apreciar a sua vida da alma [a mente é a parte líder da alma]. Então, o que se faz nas escolas e empresas é acostumar o ego humano a ser massageado, valorizado, promovido. O homem gosta muito de estar na esfera da alma, da mente. Quando lemos Ef 4 sobre andar na graça e na verdade, o Senhor falou: "e vos renoveis no espírito da vossa mente". A mente do homem é uma mente caída, precisa ser renovada no espírito

  • Nos identificamos muito com Pedro, pois Pedro é alguém que, como nós, errou muito. Ele deu muita "bola fora", sempre ascentia com o Senhor, mas daqui a pouco já falhava de novo. Mas no fim ele pôde dizer: "Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua muita misericórdia, nos regenerou para uma viva esperança, mediante a ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, para uma herança incorruptível, sem mácula, imarcescível, reservada nos céus para vós outros que sois guardados pelo poder de Deus, mediante a fé, para a salvação preparada para revelar-se no último tempo." (I Pe 1:3-5)

  • Sofrimentos só resolvem o problema momentâneo de nossa vida da alma, mas para termos um resultado duradouro precisamos do tratamento pelo fogo que há no Espírito.

Mensagem 10 - Participantes da Natureza Divina

Ministrada por: Pedro Dong

Leitura bíblica: II Pe 1:3-8

Hinos: Somos para Cristo e seu reino, S-97, 302, Apressando a Volta do Senhor

  • Precisamos aprender a viver no espírito, pois os que são guiados pelo Espírito é que são filhos de Deus. Mt 8:18-20:

    Vendo Jesus muita gente ao seu redor, ordenou que passassem para a outra margem. Então, aproximando-se dele um escriba, disse-lhe: Mestre, seguir-te-ei para onde quer que fores. Mas Jesus lhe respondeu: As raposas têm seus covis, e as aves do céu, ninhos; mas o Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça.
    Quem tem bens, boa família, boa vida da igreja, deve viver como se não tivesse, porque não podemos depender de nada disso; não confie no que você tem [ou acha que tem], aprenda a depender do Senhor todo o tempo e a invocar com desespero: "Oh, Senhor Jesus." Negando a nossa vida da alma nos negamos a depender de nossa "estrutura" de nosso "ninho". Se você realmnet pratica isso sua vida crescerá e você será preparado para reinar. Pedro amadureceu e pôde escrever II Pe


  • Witness Lee disse: "Deus se fez homem para que o homem se tornasse Deus em vida e natureza." e foi muito criticado por isso. Nós dizemos: "Deus se fez homem para o homem ser como Deus em vida e natureza." É fato na Bíblia que Deus enviou Seu Filho em forma de um homem e viveu de forma perfeita. Na ressurreição esse homem Jesus foi gerado Filho de Deus, a filiação aconteceu na ressurreição, o "primogênito" Filho de Deus. Não há um anjo na glória, há um homem na glória. I Tm 2:5: "Porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem,"

  • No máximo, conseguimos chegar ao amor fraternal. Nesse caminho do ministério de João muitas pessoas não conseguiram andar, não puderam dar essa virada, pois eles gostam e seguiram o caminho do conhecimento e tem liberdade para fazê-lo. Só que quando eles saem nos criticam, nos perseguem e até hoje não sabem gerar filhos e vem tentar tirar pessoas de nosso meio e tentar desfazer o que fazemos. Que fazer com essas pessoas irmãos? Dá raiva não? falamos até com raiva: "Oh, Senhor Jesus!", mas aqui a palavra diz para amar, para orar pelos que nos perseguem. E agora, quem consegue praticar isso? Até o nível do amor fraternal praticamos, mas quando chega nesse ponto você recisa do amor ágape, para que nos tornemos filhos de nosso Pai celeste. Nesse ponto o lado bom da alma não consegue mais imitar.

  • Precisamos fazer coisas que o lado bom da nossa alma não consegue imitar:

    Eu, porém, vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem; para que vos torneis filhos do vosso Pai celeste, porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons e vir chuvas sobre justos e injustos. Porque, se amardes os que vos amam, que recompensa tendes? Não fazem os publicanos também o mesmo? E, se saudardes somente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os gentios também o mesmo? Portanto, sede vós perfeitos como perfeito é o vosso Pai celeste.

Mensagem 11 - Em Espírito e em Verdade

Ministrada por: Miguel Má

Leitura bíblica: Jo 4:23-24; III Jo 3-4

Hinos: S-71





Mensagem 12 - O Espírito da Realidade

Ministrada por: André Dong

Leitura bíblica: Jo 14:16-18; 16:13

Hinos: S-2

  • Ter conhecimento e transmitir conhecimento deve ser para levar a cabo o propósito de Deus. Dizer que não precisamos mais das verdades é mentira do inimigo, mas essas verdades precisam nos fazer crescer. Conhecê-las e ser doutor nas verdades não me faz crescer mas praticá-las sim.

  • As verdades não mudaram, mas continunamos usando as mesmas verdades mas devemos adora entrar nelas com o espírito e nos encher de vida.

  • Não que, por nós mesmos, sejamos capazes de pensar alguma coisa, como se partisse de nós; pelo contrário, a nossa suficiência vem de Deus, o qual nos habilitou para sermos ministros de uma nova aliança, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata, mas o espírito vivifica. (II Co 3:5, 6)

  • Reunir no Bookafé tem a vantagem de não dar a impressão às pessoas de que estão entrando num lugar que pertence a determinada religião.

Mensagem 13 - Os Servos no Ministério de João

Ministrada por: Reinaldo

Leitura bíblica: Ap 1:1-2

Hinos:

Mensagem 14 - O Ministério que Permanecerá até a Volta do Senhor

Ministrada por: Ezra Ma

Leitura bíblica: Jo 21:18-23

Hinos:

Mensagem 15 - Ele Amarrará O Seu Jumentinho À Videira

Ministrada por: Pedro Dong

Leitura bíblica: Gn 49:8-12

Hinos: S-2

Mensagem 16 - Extrair Vida das Verdades

Ministrada por: Dong Yu Lan

Leitura bíblica: II Co 3:5-6

Hinos: S-50, O Imensurável Amor de Deus, Não Voltaremos Atrás

  • Quando falamos de Pedro, não devemos apenas ficar admirando a acidentada história dele mas procurar aplicá-la a nós mesmos: "o que tudo isso tem a ver comigo?".

  • Invocar o nome do Senhor não é um chavão ou costume, mas algo que provém do Espírito. Quando falo Espírito estou falando [somente] do Espírito Santo? Não, estou falando de o Espírito [no qual está incluído o Espírito Santo, o Espírito de Deus, o Espírito de Jesus, o Santo Espírito, o Espírito da Verdade, etc]. Não invocamos o Senhor por invocar, invocamos o Senhor para estar em o Espírito. Por isso temos que constantemente invocar: "oh, Senhor Jesus"

  • No início da obra nos EUAN, o irmão Lee estava conosco e estávamos em um batismo onde um irmão, já batizado, de repente se lançou na água. Diante disso tivemos uma comunhão com alguns irmãos para tratar com esse fato: o que fazer? De repente, dissemos: "Óh, Senhor!". Nesse momento o irmão Lee disse: "Isso mesmo, vamos invocar o nome do Senhor!". Assim tivemos uma luz para lidar com esse caso. Essa prática, que havia se perdido desde a época da igreja em Esmirna, onde havia irmãos que em seu próprio martírio invocavam invocavam o Senhor tinha sido restaurada naquele dia!

  • Depois continuamos a praticar isso de uma forma até um tanto militar, pois saíamos nas ruas dizendo: "Oh, Senhor, amém, aleluia!" Daí eu disse para o irmão Lee: "Irmão Lee, isso tá muito formal, muito sistematizado!" Ele respondeu: "Irmão Dong, não importa, continue invocando, vai exercitando." Infelizmente alguns tomaram isso como um movimento, um movimento de invocar o Senhor, como se fosse uma onda. Quando fui para Taiwan eu levei essa prática e continuei invocando e percebi que invocar o nome do Senhor é estar no Espírito, isso dá vida. Quando o invocamos, temos como negar a vida da alma, louvado seja o nome do Senhor.

  • Eu concluo as mensagens dessa conferência da seguinte forma: a verdade vem de duas linhas; a linha que vem das epístolas de Paulo que são o que ele viu e ouviu e registrou na letra [em cartas], por isso é a linha da letra. E a outra linha é a linha que vem da experiências dos doze discípulos e apóstolos do Senhor Jesus.

  • Embora não haja registro de João falando em Atos, mas sim de Pedro, isso indica que João era um com ele. Do ponto de vista dos romanos, João não era um líder, mas um seguidor, por isso ele não foi morto, mas também não foi solto. Acabou por ser exilado e, ao ficar 20 anos aprisionado, acabou por aprender a viver no Espírito; note que aqui não trata-se de viver no Espírito Santo, mas sim de o Espírito.

Reunião de Encerramento

Ministrada por: Cooperadores

Hinos: C-43, 154, C-30, S-71, C-72, C-1, C-19, C-20 e S-83

"O espírito é o que vivifica, a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos disse são espírito e são vida." (João 6:63)

Gostou desta página? Compartilhe-a com seus amigos:




Last Modified: Thursday, 03/06/14 08:23:14 PM
Copyright© 2011-2014 www.reino.net.br - all rights reserved